terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

A ORIGEM DOS SÍMBOLOS DO CASAMENTO

Não se sabe ao certo onde, quando e como surgiu o casamento, objeto de desejo daqueles que pretendem viver para sempre ao lado da pessoa amada. Seus símbolos, porém, estão mais bem documentados historicamente. Abaixo, uma breve história da aliança, do arroz, da dama de honra, do buquê, da trilha sonora e da tradição da noiva ficar do lado esquerdo do noivo.

A aliança, com seu formato circular, significa que o casamento não deve ter fim, assim como Deus teria prometido uma aliança eterna com seus escolhidos. O dedo esquerdo anelar se deve graças à crença de que pelo referido dedo passa a veia do amor, que está diretamente ligada ao coração. O uso da aliança só ganhou força a partir do século 13.

O arroz, que é jogado sobre o casal logo após a cerimônia, tem por fim abençoar os dois, de modo que eles sejam férteis o suficiente para que possam gerar muitos filhos. Durante muito tempo o casamento foi visto como a oportunidade para gerar filhos e não necessariamente para unir um casal que se ama.

A dama de honra provavelmente tem origem na tradição da Antiguidade de destinar mulheres mais idosas com fim de ajudar as nubentes (que geralmente eram muito novas, ainda crianças), a se vestirem. No século 19, as damas de honra - geralmente da própria família -, viraram sinônimo de elegância.

O buquê tem origem na Idade Média, quando era costume a noiva seguir a pé, acompanhada de uma comitiva, até a igreja. Durante o percurso ela recebia erva, temperos e flores, e os juntava nas mãos. Foi no século 14 que surgiu o hábito da noiva jogar o buquê para as convidadas, uma forma de compensar a sorte desejada ao casal. Outra versão diz que o buquê surgiu na antiga Grécia, com o fim de tirar o mau-olhado.

A marcha nupcial foi composta em 1842, por um pianista, músico e compositor alemão. Ganhou fama e se perpetuou a partir de 1858, no casamento da princesa Vitória.

Outra tradição no casamento diz respeito ao lado em que o casal se posiciona no altar. A noiva fica do lado esquerdo do noivo. Surgiu a partir da necessidade do homem ficar com seu lado direito livre, para eventual necessidade de puxar a espada, caso algum engraçadinho tentasse raptar a noiva. Na Antiguidade o homem se casava armado, literalmente.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário