quinta-feira, 23 de setembro de 2010

ENTERRO DE CADELA: PADRE CITA TRECHO EM LATIM A PEDIDO DE EX-PRESIDENTE DO BRASIL

Não se trata do consagrado filme O Auto da Compadecida, onde o padre reza no enterro de uma cadela, em troca de dinheiro. O fato a seguir aconteceu no Brasil e envolveu um padre, um ex-presidente do Brasil e uma cadela.

Afastado dos palanques, Jânio Quadros não deixou de receber políticos em sua residência, na capital paulista.

Em 1970 o ex-presidente recebeu um grupo de políticos e jornalistas para um almoço. Repentinamente a esposa de Jânio Quadros chegou à mesa e trouxe uma notícia nada agradável: Muriçoca havia morrido.

Muriçoca era o nome da cadela de estimação do casal.

O ex-presidente ficou consternado. Logo ficou descabelado e as lágrimas rolaram de seu rosto. Isto na presença de todos dos convidados. Não restou outra alternativa senão dar o almoço por encerrado, pois Jânio tinha que preparar o funeral da cadela, para surpresa dos convivas.

Ele próprio, o ex-presidente, tratou de cavar a sepultura de seu animalzinho de estimação e fez um padre falar algumas palavras sobre a defunta.

Para não pecar, o sacerdote achou por bem citar em latim alguns trechos de Homero e deu o trabalho por encerrado. Tempos depois Jânio colocou uma placa de bronze sobre o exato local onde a cadela fora enterrada.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário