quinta-feira, 29 de julho de 2010

FAMOSO PADRE INSUFLOU GOVERNO PORTUGUÊS A CRIAR, NO BRASIL, O QUINTO IMPÉRIO MUNDIAL

Antônio Vieira é um dos padres mais conhecidos de todos os tempos. É famoso seu trabalho em prol dos direitos dos índios e dos judeus, bem como dos cristãos-novos (judeus convertidos ao cristianismo).

Por volta de 1640, um grupo de conselheiros reais, preocupados com as permanentes ameaças à autonomia de Portugal, sugeriu ao rei que fosse criado um império nas Américas.

Padre Antônio Vieira tinha bastante interesse neste projeto. Com base no livro bíblico de Daniel, do VelhoTestamento, ele deduziu que o texto do segundo capítulo era de caráter messiânico e apontava para o surgimento de um quinto império.

O monarca português foi, deste modo, influenciado a criar um reino messiânico. A pressão tinha conotação política e religiosa. Aquela por causa de ameaças à soberania portuguesa; esta por se acreditar no texto bíblico, até porque o país era muito católico.

Segundo o mesmo padre, Portugal estava destinado por Deus a criar o Quinto Império. Os quatro anteriores teriam sido, pela ordem: Assírios, Persas, Gregos e Romanos.

Como Antônio Vieira tinha uma paixão especial pelo Brasil, somado com o fato deste ser a principal colônia portuguesa, certamente a sede desse Reino seria no Brasil, provavelmente em Salvador.

Padre Antônio Vieira acreditava ter chegado a hora dos portugueses governarem o mundo, sob a bênção de Deus, cujo apoio estava nos textos canônicos.

Tal pensamento fez com que a Inquisição investigasse o sacerdote, cuja censura veio em seguida, pelas mãos do papa.

O projeto não vingou, nem o cumprimento messiânico.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário