quarta-feira, 14 de julho de 2010

DÉCADA DE 40: CONVERSAS DE SALÃO DE BELEZA RESULTAM EM MANUAL FEMININO ENSINANDO COMO SEGURAR UM HOMEM

Dizem que os três lugares onde rola mais fofoca é no salão de beleza, na cozinha e na mesa de um bar.

O salão de beleza ganha cada vez mais seu lugar de destaque nessa batalha. É lá onde as mulheres colocam em dia suas conversas, relatam seus "babados" e, como é de se esperar, dão uma repaginada no visual.

Foi num espaço como este que a dona de um dos salões de beleza dos Estados Unidos obteve respostas suficientes para escrever um livro sugerindo à mulher como ela deveria proceder para segurar seu homem desejado.

O livro foi escrito em 1945 e revela que a produção de revistas femininas - hoje tão comuns nas bancas - não foi o marco dessa preocupação feminina.

De cara se recomendava autoaperfeiçoamento. Depois afirmava que a mulher deveria estar pronta para responder minuciosamente a mais de 30 perguntas sobre pele, cabelo, pernas, silhuetas e - acreditem - sobre as eliminações diárias.

O manual dizia ainda que a mulher tem que escolher um espelho imparcial. Nada de ilusão. O segredo era encarar de frente as dificuldades que a tornavam menos bonitas.

Receitas para rejuvenecimento da pele e emagrecimento também faziam parte do manual.

Depois que o pretendido tivesse sido fisgado, a missão seria mantê-lo apaixonado. E para tanto, desleixos pessoais eram apontados como uma das principais causas.

As mulheres deveriam ainda, ser interessadas nos assuntos e nos problemas de seu companheiro. Era aí onde elas deveriam valorizar a leitura, segundo a recomendação da autora, que poderia ir desde arte à política.

Ciúme e brigas deveriam estar fora de cogitação. Tais atitudes espantam o homem, dizem as mulheres no salão de beleza.

Havia - como não poderia faltar, segundo a tradição da época -, as dicas para um bom prato. A esposa deveria cozinhar bem e variar no cardápio. Elas diziam que há homens que são seguros pela barriga.

E finalmente havia dicas sobre menstruação, menopausa e outros temas mais íntimos ligados ao mundo feminino.

O nome do livro é "Agarre seu Homem", de Verônica Dengel, traduzida para o Brasil por Suzana Flag.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário