segunda-feira, 28 de junho de 2010

OS ACESSOS DE RAIVA DE UM PACIFISTA MUNDIALMENTE CONHECIDO

Atualmente a África do Sul e seu líder maior, Nelson Mandela, estão no centro das atenções mundiais.

Ele - Mandela - chegou a ser homenageado, em 1993, com o prêmio Nobel da Paz. É, merecidamente, respeitado em todo o planeta por sua luta social em prol do fim do Apartheid, fato este mundialmente conhecido.

O que poucas pessoas devem saber é que este pacifista nem sempre foi tão pacato assim. Evidentemente isto não macula sua importância histórica.

Ao sair da prisão, em fevereiro de 1990, ele acenava e distribuía sorrisos, mas tinha acabado de discutir com sua esposa, com quem gritou asperamente.

O motivo dos gritos de Mandela com Winnie, sua esposa, se deveu pelo fato dela ter chegado atrasada ao evento (sua saída da prisão) porque estava no salão de beleza. A demora foi calculada em 2 horas.

Como o evento estava sendo aguardado em todo o mundo, o atraso em duas horas foi o suficiente para um início de quebra-quebra em Joanesburgo.

Mandela foi casado mais de uma vez e provavelmente teve muitas amantes. Quando a primeira esposa lhe reclamou sobre seus casos extraconjugais, ele se irritou, mudou sua cama para a sala e deixou de falar com ela.

Quando presidente da África do Sul, chegou a dar grandes socos na mesa e broncas em uma de suas secretárias, que havia tirado fotos íntimas e concedido uma entrevista a uma revista pornográfica.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário