terça-feira, 11 de maio de 2010

A COMPLETA FALTA DE HIGIENE NO COTIDIANO DO BÁRBARO MEDIEVAL

Os bárbaros foram apontados como os grandes invasores do Império Romano, que oficialmente foi desfeito em 476 d.C.

E os ditos invasores tinham hábitos estranhos para os dias de hoje.

Há descrições de que os hunos, por exemplo, tinham o hábito de perfurar a face dos jovens com um ferro, para se evitar nascer pelos no rosto.

Tinham pouca necessidade de fogo e de comida temperada, pois viviam se alimentando de vegetais, inclusive de raízes selvagens.

A carne era comida semicrua. O bárbaro huno tinha o costume de se sentar sobre a carne enquanto andava a cavalo, mesmo quando fazia cocô. Ao descer do animal, retirava-se a carne (com cheiro de cocô e tudo), que logo era devorada.

Vestiam-se de pano e de peles de rato dos campos. Não tinham casas; dormiam em cavernas e no meio do mato.

Há relatos ainda de que não tinham religião e nem superstição de nada.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário