quarta-feira, 3 de março de 2010

O ANTIPAPA QUE MATOU DOIS PAPAS PARA SE TORNAR PAPA

.

A história dos pontífices está marcada por derramamento de sangue, por puxa-tapete, por escândalos, por brigas e picuinhas.

Houve papa que teve amante, como João XII, morto pelo marido traído; houve papa que entrou para a chefia da Igreja graças às artimanhas da mãe . . .

Já Bonifácio VII, que esteve no comando da Igreja Católica em dois períodos distintos, fez de tudo para se tornar papa.

Em 974 estrangulou seu antecessor, Bento VI, na prisão.

Deposto, voltou ao poder dez anos depois, após assassinar outro papa, desta vez João XIV.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário