segunda-feira, 22 de março de 2010

NAPOLEÃO BONAPARTE GOSTAVA DE MULHER SUJA E QUE TIVESSE O CHEIRO NATURAL

É isso mesmo. O famoso Napoleão Bonarparte era mesmo esquisitão quando o assunto é mulher.

Se não bastasse a dificuldade que ele teve quando jovem em relação às mulheres, depois que passou a fazer sucesso com elas, não escondeu suas fantasias sexuais.

Em cartas que endereçava a sua esposa, Josefina, Napoleão pedia para que ela não tomasse banho.

A justificativa dele era a de que ele gostava de sentir o cheiro natural feminino. E bote natural nisso!

Pelo visto o general francês gostava de um mau cheiro mesmo: seu exército tinha a fama de ser fedorento, de modo que de longe se podia sentir o fedor que partia dos soldados.

.

10 comentários:

  1. EEEEEECAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
    ele era muito nojento

    ResponderExcluir
  2. Por essas e outros motivos q diziam q ele era gay... kkkkkkkkk'z

    ResponderExcluir
  3. aaaaaaaaaaah viaado

    ResponderExcluir
  4. ecaaaaaaaaa
    que homem mais nojento!!!!

    ResponderExcluir
  5. q coisa horrorosaaah....... ecaaaaa duplo!!

    ResponderExcluir
  6. Galera, nessa época não era tão importante o banho. Ninguém presava o banho uma coisa tão importante. Principalmente franceses, que usa só perfumes e dizem que tomaram banho, por lá ser muito frio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A mariana tem razão! Aliás a Guerra e o poder eram mais importantes que um banho, pois o banho não iria salva-los de uma possível armadilha de Ataque.... Mas temos que respeitar o período naquela época a higiene era precária, mesmo para a nobreza.

      Excluir
  7. Na frança antiga (algumas pessoas ate hoje),as pessoas so tomavam banho uma vez por semana ou duas vezes por mes alem disso na França atual as mulheres não tem o costume de rapar as axilas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu professor nde história disse isso mesmo das axilas quando ele foi lá.

      Excluir
  8. Banho é uma prática moral muito recente, que se expandiu com a urbanização. A partir daí o contato maior entre as pessoas, antes isoladas nos campos, passamos a ser requeridos às práticas diárias de banho. Hoje nem somos examinados pelo cheiro, mas pela mera prática de ter ou não tomado banho. Além disso, os aromas naturais da pele são afrodisíacos para várias espécies de animais, incluindo humanos. Fomos nos afastando do contato com o cheiro natural com a industrialização de cheiros sintéticos, por isso desconhecemos muito o seu poder afrodisíaco. Cultura, sempre a cultura.

    ResponderExcluir