segunda-feira, 8 de março de 2010

NA IDADE MÉDIA, POETA SE DISFARÇA DE SACERDOTE CATÓLICO PARA ESTIMULAR A PRÁTICA DE CONFISSÕES PICANTES

.

Antônio Beccadelli (1394 - 1471) foi um poeta, historiador e escritor italiano que se destacou por sua natureza humorística.

Sempre que podia, gostava de se disfarçar de padre só para entrar no confessionário nas igrejas da cidade de Palermo, na Itália.

Disfarçado de padre, incentivava as confissões mais picantes que se possa imaginar.

Costumeiramente trocava palavras e frases eróticas com as mulheres que se dirigiam ao confessionário, principalmente com aquelas que se diziam pecadoras.

O falso padre pedia que elas lhe contassem os pecados nos mínimos detalhes.

Resultado: em pouco tempo os confessionários das igrejas da cidade tiveram um aumento considerável de mulheres que lá se dirigiam para confessar seus pecados e ouvir conselhos um tanto picantes também.

A farra durou até que o Bispo descobriu e pôs fim à brincadeira do intelectual italiano.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário