terça-feira, 9 de março de 2010

AS PROSTITUTAS E O CRISTIANISMO: DO CÓDIGO DE VESTIMENTA AO FINANCIAMENTO POR SACERDOTES

.

Diz um velho adágio popular que a prostituição é a profissão mais antiga do mundo. Não há como atestar uma data para seu surgimento.

O certo é que em várias épocas e em diferentes povos ela teve tratamento diversificado.

Quando o cristianismo estava em ascensão e passou a perseguir as prostitutas, era comum os pagãos arrastarem mulheres carolas nuas pelas ruas da cidade, até lançá-las numa casa de prostituição.

Na Idade Média, inúmeras regiões europeias criaram código de vestimenta para diferenciarem as prostitutas das demais mulheres. Em alguns locais elas deveriam usar roupa amarela; em outros, sinos e luvas.

O irônico de tudo isso é saber que na mesma Idade Média, padres bancaram alguns prostíbulos.

É dessa época o surgimento da palavra prostituição, que, em latim, faz menção à exposição das genitálias.

O Nordeste brasileiro também presenciou esse fenômeno. Há poucas décadas havia municípios que deveriam "fichar" aquelas que vendiam seu próprio corpo.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário