sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

REI PENSAVA SER DE VIDRO E EXIGIU NÃO SER TOCADO PARA NÃO SE QUEBRAR

.

França, final do século XIV. Assumiu o poder Carlos VI, com apenas 12 anos de idade. Como era novo demais para assumir tamanha responsabilidade, designou cinco conselheiros para governar em seu lugar.

Certa vez, quando soube de uma conspiração contra seu governo, passou a achar que tudo conspirava contra ele, o que o levou a investir contra seus cavaleiros, matando cinco.

Foi levado ao palácio e ficou em coma durante dois dias. Quando recobrou a consciência, demorou para falar, esqueceu-se de que era rei da França e passou a achar que fosse de vidro e que poderia se quebrar a qualquer momento.

Como precaução, proibiu de ser tocado e providenciou varetas de ferro, que foram introduzidas em suas roupas, uma vez que temia se quebrar e cair.

Outras estranhezas ainda ocorreram: passou meses sem trocar as roupas íntimas, mesmo urinando todos os dias nas ditas peças íntimas.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário