sexta-feira, 23 de outubro de 2009

A 1ª PRISIONEIRA POLÍTICA DO BRASIL CAMINHOU MAIS DE 600 KM A PÉ E ACORRENTADA

Bárbara de Alencar é o nome dela. Avó do famoso escritor cearense, José de Alencar. Ela nasceu em 1760, na cidade de Exu, Pernambuco.

Tinha a política nas veias. Na Revolução Pernambucana, de 1817, foi uma das peças principais, juntamente com seus filhos, dentre eles o futuro padre e pai de José de Alencar, Martiniano de Alencar.

Na época da referida Revolução ela já residia na cidade do Crato, Ceará.

Condenada, foi obrigada a viajar a pé, de Crato para Fortaleza, acorrentada, sob o sol escaldante cearense.

Ficou em calabouços, em Fortaleza, Recife e Salvador. Três anos depois fora libertada e em 1824 participou ativamente da Revolução do Equador, que intentava proclamar a República no Brasil.

Morreu em 1832 sem ver seu sonho consumado. Nesse mesmo ano seu filho, Martiniano, se tornara Senador da República.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário